Oração do terço e Missa marcam dia dentro da Semana de oração em preparação para a Semana Nacional da Família

Na quarta 04 de julho, na igreja Matriz, houve a oração do Terço e a celebração da Santa missa na intenção das famílias e em preparação para Semana Nacional da Família, que se dará de 11 a 17 de agosto.  Pe. Alexandre José Gonçalves conduziu a oração do Terço e em seguida presidiu a Missa da Festa litúrgica de São Tomé, Apóstolo.

No terço, cujo texto foi elaborado pelo Setor Famílias da Diocese, foram contemplados os Mistérios da Luz, significando o chamado feito às nossas famílias para serem luz no mundo. Na semana de oração em preparação para a Semana da Família, são realizadas visitas às famílias para a oração do terço, horas santas e missas como o objetivo de despertar nos paroquianos a importância de, no mês de agosto, já familiarizados, participarem ativamente da Semana da Família, cujo tema será “Santidade na família” e o Lema “Onde dois ou três estiverem reunidos em meu nome, estarei no meio deles” (Mateus 18,20).

Celebrando a Festa de São Tomé, Apóstolo de Cristo, que manifestou dúvidas quanto a Cristo ressuscitado, fomos chamados, a exemplo dele, a deixarmos o Senhor dialogar conosco para também professarmos nossa fé, dizendo: “Meu Senhor e meu Deus”.  Pe. Alexandre em sua homilia destacou a importância das famílias terem a certeza da presença de Jesus Cristo e perceberem os sinais d’Ele dentro de casa, na alegria, na tristeza, na saúde e na doença. 

“Cremos que Jesus Cristo está também com os membros de nossas famílias, mesmo que estejam longe, tristes, adoecidos, desiludidos ou duvidosos como São Tomé, Apóstolo que hoje celebramos. São Tomé sanou sua dúvida devido ao acolhimento e bondade de Jesus Cristo que foi bom para com ele, apresentando-se e permitindo que Tomé o tocasse e, assim, pudesse crer. Jesus Cristo está perto de mim e de você, para que em nossos momentos de dúvidas também possamos superá-las com Ele, n’Ele e por Ele.  Procuremos na nossa família as sementes de Jesus, mesmo que ainda não tenham germinado, com certeza germinarão e darão frutos. As dificuldades que vivemos, nos dá a oportunidade de sermos melhores. Se temos ou não momentos de crises, o que precisamos fazer é seguir Tomé e dizer: “Meu Senhor e Meu Deus”, ouvindo sempre a interpelação de Jesus: “Não sejas incrédulo, mas fiel” (Jo 20,24-27), comenta o padre.

Por Vânia Abdala

  • BannerMissasMatriz.jpg
  • capela.jpg
  • FaixaAdoração.jpg
  • site-pascom2019.jpg