Solenidade de Corpus Christi leva o Jesus Eucarístico às ruas da cidade

A tradicional decoração das ruas para a Procissão de Corpus Christi foi este ano substituída por pequenos altares nas portas das casas, onde sem aglomeração cada família pode acompanhar a passagem do Santíssimo Sacramento da Eucaristia no carro andor.

Devido a Pandemia da COVID-19 e a necessidade com os cuidados de prevenção, a igreja inovou e foi até as comunidades, deixando de fazer a tradicional procissão pelas ruas centrais da cidade quando milhares de fiéis acompanhavam o Jesus no Santíssimo Sacramento e foi para as comunidades. Foram momentos de emoção e demonstração de fé em todas as comunidades, que puderam então ver o Jesus Eucarístico passando pelas suas portas.

A Eucaristia é fonte e centro de toda vida cristã. Nela, está contido todo o tesouro espiritual da Igreja, o próprio Cristo. A eucaristia é um dos sete sacramentos e foi instituído na Última Ceia, quando Jesus disse: Este é o meu corpo…isto é o meu sangue… fazei isto em memória de mim. Corpus Christi se celebra sempre numa quinta-feira após o domingo da Santíssima Trindade.

A Instituição da Festa de Corpus Christi, é a festa do Corpo e Sangue de Jesus Cristo. Uma festa católica que busca celebrar o mistério da Eucaristia. Esta festa foi instituída pelo Papa Urbano IV no dia 8 de setembro de 1264 e até hoje pede que se realize a Procissão Eucarística pelas ruas da cidade, como ação de graças pelo dom supremo da Eucaristia e como manifestação pública da fé na presença real de Cristo na Eucaristia. Esta procissão nos lembra a caminhada do povo de Deus, peregrino em busca da Terra prometida. Antes o povo peregrino que caminhava no deserto era alimentado com o Maná. Hoje graças a Instituição da Eucaristia, o povo é alimentado pelo próprio Corpo e Sangue de Jesus Cristo.

Por Vânia Abdala

Acompanhe abaixo como foi a procissão: