Integrantes da Pascom participam de Missa em Ação de Graças pelo Dia das Comunicações Sociais

A Pastoral da comunicação – Pascom, da Paróquia São José de Muzambinho participou da Santa Missa, presidida pelo vigário Padre Jose Ronaldo Neto, no sábado 1º de junho, Solenidade da Ascensão do Senhor e, em Ação de Graças por ocasião do LIII Dia Mundial das Comunicações Sociais, que esse ano de 2019 apresentou como tema, “Somos membros uns dos outros das comunicações de redes sociais à comunidade humana “ (Ef 4, 25).

Durante a tarde foi realizado um encontro entre os integrantes para momento de espiritualidade, oração e formação, o qual contou com a participação do vigário, Padre Leandro José de Melo e Pároco Padre Alexandre José Gonçalves.

Padre José Ronaldo comentou que celebrar a Ascenção do Senhor é comprometimento de um crer que agora se expressa no agir como ensinou o próprio Jesus, e, a pastoral da comunicação tem o compromisso de divulgar toda essa ação missionária da Igreja através dos meios de comunicação.

O encontro iniciou com Padre Leandro fazendo a acolhida e o momento de oração com os presentes e em seguida padre Alexandre expos o tema proposto pelo Papa Francisco, “Somos membros uns dos outros da comunidade de redes sociais à comunidade humana”.

De acordo com o Padre Alexandre, o termo “rede”, na mensagem no Papa apresenta a metáfora que lembra uma rede como uma figura densa de significados, entre eles, que uma comunidade é tanto mais forte mais coesa e solidária, animada por sentimentos de confiança e empenhada em objetivos compartilháveis. Como rede solidária, a comunidade requer a escuta recíproca e o diálogo, baseado no uso responsável da linguagem. Promovendo uma oportunidade do encontro uns com os outros, onde não basta multiplicar as conexões e “likes”, mas viver a partir de que somos “corpo e membros”, que precisamos viver numa realidade presencial em comunhão e na verdade conforme membros de Cristo tendo a Igreja como cabeça.

“O Papa recorda o perigo de utilizar as redes sociais e viver na solidão, pois para haver comunicação entre as pessoas humanas, primeiro é necessário viver em comunhão, no amor e estar em comunidade, é ter a necessidade uns dos outros. Um exemplo concreto sobre a comunicação, o Papa Francisco citou que se uma família se comunica pelas redes sociais e depois senta à mesa para celebrar, houve a verdadeira comunicação. Assim, também é a Igreja, se a Pastoral da comunicação informa, evangeliza e depois a comunidade se reúne para celebrar a Eucaristia na Santa Missa, a rede social foi um recurso , sendo uma fonte de conhecimentos e relações que possibilitam o saber. Porém, pode ser uma grande ameaça se oferecer informações que muitas vezes distorcem a verdade ou utilizam a rede de forma manipuladora, sem o devido respeito pela pessoa e seus direitos. Também com base na mensagem do Papa, existe uma estatística que um em cada quatro adolescentes estão envolvidos em episódios de cyberbullyng”, disse.

Finalizando, Padre Alexandre enfatizou a importância dos integrantes da Pascom ter uma vivência de fé, um compromisso com a verdade do que será veiculado através dos meios de comunicação, sendo semeadores do Evangelho de Cristo e proporcionando uma integração entre os agentes de pastorais e movimentos e a comunidade, e que sozinhos não somos nada, precisamos formar redes humanas unidos ao corpo de Cristo, Pai, Filho e Espírito Santo.

Por Vânia Abdala

Encontro da PASCOM - Pastoral da Comunicação

Missa em Ação de Graças pelo 53º Dia Mundial das Comunicações Sociais

  • BannerMissasMatriz.jpg
  • capela.jpg
  • FaixaAdoração.jpg
  • site-pascom2019.jpg