Mês de Junho, dedicado ao Sagrado Coração de Jesus

No mês de junho fomos convidados pela Igreja a contemplar e experimentar, a partir da devoção ao Sagrado Coração de Jesus, o infinito amor de Deus por nós e, também, conforme as intenções do Papa Francisco a rezar pelos sacerdotes, homens comuns que abrem mão da vida familiar para se dedicarem ao serviço ao próximo, à propagação do Evangelho, à expansão da santa Igreja. São João Paulo II abre sua Encíclica “Sobre a Eucaristia na sua relação com a Igreja” afirmando que “A Igreja vive da Eucaristia” e relembra que o Concílio Vaticano II afirmara que o Sacrifício Eucarístico é “fonte e centro de toda a vida cristã”. Convém recordar que não existe Eucaristia sem o sacerdócio ministerial. 

Todos os anos, na Solenidade do Sagrado Coração de Jesus, celebra-se o “Dia de Oração pela Santificação dos Sacerdotes”. Neste ano de 2019, celebramos o Sagrado Coração de Jesus, no dia 28 de junho. Esta solenidade possui data móvel, isto é, que depende do dia da Páscoa do ano litúrgico corrente, para ser calculada. Pentecostes, o último dia do Tempo Pascal, está fixado 50 dias depois da Vigília Pascal. Na semana seguinte a Pentecostes, ocorre a primeira das solenidades móveis: Santíssima Trindade. Na quinta-feira seguinte ao domingo da Santíssima Trindade, celebramos Corpus Christi. Na sexta-feira da semana posterior à Solenidade de Corpus Christi, celebramos o Sagrado Coração de Jesus. 

A Paróquia celebrou o Sagrado Coração de Jesus com um tríduo composto de Celebrações da Palavra nas casas, procissão, adoração ao Santíssimo e missas na Comunidade Sagrados Corações. Na missa da Solenidade do Sagrado Coração de Jesus celebrada na matriz São José, Pe. Alexandre, em sua homilia convidou-nos a termos o nosso coração uníssono ao coração de Cristo, porque, desta forma, o amor do coração de Jesus, nos lançará para frente e nos fará acolher e cuidar das pessoas, sobretudo, as mais desprezadas e marginalizadas. Também aconteceu este mês, a entrega das fitas bem como a passagem de antigas zeladas para zeladoras, a membros do Apostolado da Oração.

Diante de tanta devoção, foi possível contemplar o Coração de Jesus, que se faz pequeno, frágil, amor de um ser humilhado, porém, apaixonado por nós, que carrega os nossos pecados, amor generoso e paciente, amor difícil de defini-lo... amor infinito e infalível, amor que vence na cruz que é o amor do Coração de Jesus.

Por Daísa R. Riboli Rodrigues.

Entrega das Fitas do Apostolado

 

Missa do Sagrado Coração de Jesus - Matriz São José

Tríduo preparatório e Procissão na Comunidade Sagrados Corações

(Alto da Colina, Novo Horizonte e Vila Socialista)

  • BannerMissasMatriz.jpg
  • capela.jpg
  • FaixaAdoração.jpg
  • site-pascom2019.jpg